quinta-feira, 22 de maio de 2008

Percurso pedestre em Cabrela













A caminhada organizada pela Casa do Povo, no início de Maio, teve a adesão de um grande número de pessoas de todas as idades. O grupo reuniu-se a partir das 8 horas e 30 da manhã e, logo a seguir, cheio de ânimo, encetou a marcha, num ritmo que não abrandou nem com a primeira travessia da ribeira. Recorrendo a sacos de plástico, colocando pedras no leito da ribeira, ou a pé descalço, os caminhantes lá foram atravessando as águas límpidas e frescas.
E o grupo, cheio de vitalidade, pouco se deteve, até ao local escolhido para uma breve merenda. Eu é que fui ficando para trás, na tentativa de registar algumas imagens que guardassem a beleza da paisagem e a exuberância das flores. Na última fase do percurso, o esforço exigido por umas subidas mais acentuadas não produziu qualquer efeito no “pelotão” da frente e conduziu a uma nova travessia da ribeira com oportunidade para um banho mais ou menos voluntário.
Terminado o percurso, um saboroso cozido para restaurar as energias, a festa e o convívio.

3 comentários:

marialascas disse...

Que inveja este passeio. A minha foto preferida é a segunda a da azinheira, está muito bonita. Estás a ficar profissional!

marialascas disse...

Oh só hoje vi a cegonha! Não é nestas fotos, é nas do lado direito... Imperdoável, adoro cegonhas. Antigamente ( bem há alguns anitos... ) havia menos aqui pelos nosso arrabaldes. Para mim sempre foi uma ave sagrada e também inatingível. Sonhava com o dia em que uma decidisse instalar-se lá perto do monte, mas nada. E o Pinhal da Pôpa até era perto, podiam ter feito esta criança feliz..

Ezul disse...

Pois hoje estive no Pinhal da Pôpa a fotografar as cegonhas. Faziam um som curioso, que nunca tinha tido a oportunidade de ouvir. Também escutei o som que faziam com os bicos. Espero que as fotografias se aproveitem...logo se verá...