terça-feira, 9 de dezembro de 2008

Lavre: artesanato e memórias




Frioleiras - a arte de Maria Emília Veiga


Um comentário:

Bichodeconta disse...

Tive igual,conservo até hoje os berloques em corno, uma cadeirninha uma bolota e um cesto.Uns feitos pelo amigo Manuel Miguel, os outros feitos pelo meu grande amigo Manuel Batoque.O chapéu e o lenço não guardei, mas gurdo em mim as amizades, as pessoas da nossa terra, guardo-te a ti Maria Antónia, Glória, Raquel, Maria Quitéria, Maria Assunção, outras Marias Antónias, e tantos tantos outros nomes que farão parte de mim até á eternidade.