quarta-feira, 10 de junho de 2009

Se percorrerem os campos



Se percorrerem os montes, desconfiando da aridez dos caminhos e do aparente vazio do campos…

Talvez haja um recanto inesperado, onde se guarde a frescura das manhãs.

Talvez se reencontrem os tesouros, os seres encantados, os deslumbramentos perdidos.

Talvez haja apenas uma imagem, um breve momento, ou tudo aquilo que se considere verdadeiramente importante.

3 comentários:

Carlos Machado Acabado disse...

Belo lugar para se ser a espuma que forma o rosto gasoso das mais frágeis e delicadas brisas, para se ouvirem as cores estalando brandamente por entre os ramos inclinados do silêncio e se fecharem os pássaros numas mãos de ouro e marfim que nenhum de nós, porém, conhece ainda!

O mundo como uma coisa de fechar e levar para dentro numas asas de puro enlevo!...

marialascas disse...

Lugar muito bonito, deve guardar momentos de grande tranquilidade...

perfume de laranjeira disse...

Este é um lugar secreto! como o sinto tão próximo... como se o tivesse sempre presente em mim, como se dele fosse parte...