sábado, 30 de janeiro de 2010

Reflexo






Paisagem real ou mero pretexto para alcançar, sob a luz escassa e fugidia, a linha do horizonte, a reinvenção de um outro dia!



7 comentários:

Alexandre Júlio disse...

Olá "Saudade Brava" Fluída da Terra!

Como gosto de te visitar, apreciar o nectar das tuas flores, beber nas tuas fontes, atravessar as tuas pontes, navegar os pelos teus riachos, açudes e levadas, pairar com as Abibes no teu céu, .....!

Partilhar este teu fascínio pela Natureza, é um privilégio!

Parabéns, amiga!

Alexandre

CarlaSofia disse...

Lindas fotografias! Fantástico.
boa semana :)
~universosquestionáveis~

Sofá Amarelo disse...

Nada é real, tudo é fruto da nossa imaginação... o reflexo pode ser mais real que aquilo que é reflectido...

marialascas disse...

Bem o teu blog veio revelar um poeta no nosso amigo Alexandre!
São imagens muito bonitas, muito bem captadas!

perfume de laranjeira disse...

Beleza! Poesia!
Recentemente desafiava-te a publicares a tua escrita. Agora acrescento; publica a tua Poesia que é feita de imagens e de palavras escritas. A relação é plena, completa, perfeita!
E volto a afirmar: será que existe outro blogue tão belo como este?!

Beijos

Eduardo

Ezul disse...

Muito obrigada!
:)
Claro que há e no grau superlativo absoluto!!!! Um destes dias envio-te os links.

perfume de laranjeira disse...

Pois é, querida Amiga, sabes bem que a modéstia em demasia, tal como a vaidade excessiva, são desnecessárias... ainda assim dou-te o benefício da dúvida, mas... mas só se prometeres que vais seriamente pensar na minha sugestão! Já é tempo, não achas?

beijos

ed.