quarta-feira, 3 de fevereiro de 2010

Verdes campos




Verdes São os Campos

Verdes são os campos,
De cor de limão
Assim são os olhos
Do meu coração.


Campo, que te estendes
Com verdura bela;
Ovelhas, que nela
Vosso pasto tendes


De ervas vos mantendes
Que traz o Verão,
E eu das lembranças
Do meu coração.


Isso que comeis
Não são ervas, não:
São graças dos olhos
Do meu coração.


De ervas vos mantendes
Que traz o Verão,
E eu das lembranças
Do meu coração

Luís de Camões

4 comentários:

perfume de laranjeira disse...

Obrigado por trazeres aqui este belo poema com o verde cor de Vida com que os Deuses estão a embelezar os campos da nossa Terra do Sul.

Beijos

Ed.

Canduxa disse...

Lindos e verdes são os campos que alegram nosso coração....
são alimento, alento
e viver perto deles nos transmitem tranquilidade.
Um lindo poema de Luís de Camões, escrito com grande sabedoria.

a ovelha cor de rosa disse...

Num segundo é como colírio ao olhar, fica-se com vontade até de cantarolar !
Magnífico lugar!

CarlaSofia disse...

Que linda fotografia!