sábado, 9 de abril de 2011

jasmim


Espreitei a flor do jasmim quando a luz do Sol já serenava. O céu tinha a voz dos pássaros. O perfume das flores ali estava, à espera de pousar na mão aberta.

2 comentários:

Sofá Amarelo disse...

E decerto o perfume das flores pousou na voz dos pássaros à luz da flor do jasmim...

perfume de laranjeira disse...

Finalmente regressada do (ao) fluir da Terra depois de longa au sência... e que melhor regresso do que com uma flor de jasmim no olhar...
beijos

ed.