domingo, 10 de abril de 2011

Pirliteiro




Pirliteiro, árvore do coração. Alguém, há muito tempo, lhe aparou os ramos e a fez ser mais do que um arbusto espinhoso à beira da estrada de ferro. E hoje olhei a árvore. Não tinha gestos para lhe dar mas mergulhei o coração na ondulação dos seus ramos. Talvez fosse a sua voz... 

5 comentários:

Sofá Amarelo disse...

Ah, não sabia o nome mas ainda hoje os fotografei no Alqueva ... bigado pela informação, heehh!

Muitos beijinhos!!!

Carlos Machado Acabado disse...

Não sei se faz bem. Isso é para o Ti Zé SAlgueiro. SEi que é bonito e que as fotografias quase trazem até nósd o cheiro da terra a fluir...

Carlos Machado Acabado disse...

TERei conseguido inserir o meu comentário?

Lis disse...

Ezul
saudades daqui
da terra fértil, das flores , da gosto pelo simples , da Natureza em flor.
Obrigada por voltar de vez em quando rs

abraço

Ezul disse...

Ena, tantas vozes e eu a cirandar por outros mundos...mas vou recomeçar a desenhar paisagens.
Beijinhos, Sofá, Carlos, Lis!