segunda-feira, 16 de maio de 2011

Passeio campestre por S. Cristovão - I

Manhã de Maio, pouco florido mas quente, intensamente quente. Partimos em direcção à Courela do Tojal. Que segredos contam as misteriosas covinhas do Menir? Quem sabe se explicam por que motivo as flores faltaram tanto, este ano, por esses campos fora. Um pouco de  soagem ganha agora cor e, bem ao lado do cromeleque, uns magníficos malmequeres que se enchem de pétalas flutuantes. Um pouco de História, reconhecimento de plantas medicinais pelas palavras do Mestre Zé Salgueiro e a identificação de outras plantas com tanta serventia no quotidiano camponês, como as hastes da Gilbardeira, juntinhas à vedação, e que voltámos a fotografar depois, já transformada em vassoura, na velha moagem.











2 comentários:

Carlos Machado Acabado disse...

Um passarinho meu amigo confidenciou-me que muito em breve vai haver novidades...

Alexandre Júlio disse...

O S. Cristovão I, foi só para abrir o apetite do S.Cristovão II.
Começa com história, "as covinhas do Menir" e acaba com uma lenda viva, O Mestre Zé Salgueiro, também ele já história!!!